Conectar
DOAÇÃO
Bem-Vindo, Visitante
Nome de Usuário Senha: Lembrar-me
  • Página:
  • 1

TÓPICO: OLEO + AGUA COMO VEICULO DE APLICAÇÕES...

OLEO + AGUA COMO VEICULO DE APLICAÇÕES... 8 anos atrás #1

DESAFIO BVO... Me contestem se estiver errado nos pontos a seguir...
1-COMO SE MISTURA OLEO E AGUA? Quimicamente, fazem uma quebra da cadeia de carbono do oleo para uma pseudo combinacao do oleo com a agua... a mesma coisa que um detergente faz na pia da cozinha... mas ESSA COMBINACAO EH PERFEITA? DE IGUAIS PROPORCOES ?
2-PRODUTOS CE(CONCENTRADOS EMULSIONAVEIS) SE COMBINAM MELHOR COM OLEO... PRODUTOS SC(SOLUCAO CONCENTRADA COM A AGUA).... COMO ISSO FICA NA CALDA?
3-VENDO OS CARTOES DE DEPOSICAO, APARECEM AS GOTAS... DE QUE? DE QUAL PARTE ? DA AGUA? DO OLEO? DE QUAL PRINCIPIO ATIVO? gotas sao gotas... mas de que?
4-POR QUE VEJO CERTAS CALDAS, FREQUENTEMENTE VIRAREM UM SABAO... UM CREME... AINDA MAIS SE COLOCAREM POS MOLHAVEIS ?
5- VOEI DUAS SAFRAS NUMA FAZENDA ONDE USAVAMOS, O ATOMIZADOR ROTATIVO, VZ 10 , DILUIDA A CALDA EM AGUA E SOMENTE UM SURFACTANTE... E COM RESULTADOS TAO BONS OU MELHORES QUE ESSAS MISTUREBAS que vejo frequentemente...
6-A TEORIA DO OLEO SER ANTI EVAPORANTE... DE ENCAPSULAR A GOTA... A PERGUNTA AOS MESTRES DA FISICA... VOCES ACREDITAM QUE 1 LITRO DE OLEO DE SOJA ENCAPSULE 9 LITROS DE AGUA E PRODUTO ????
NA MINHA OPINIAO, PRODUTO PRA BVO TEM QUE SER FORMULADO EM OLEO.... OU FAZ BAIXO VOLUME SEM OLEO E PRONTO.... FUNCIONA MELHOR EM TERMOS DE HOMOGEINIDADE... E ISSO QUE O YASUZO FALA E SEMPRE FALOU... E O DR MARCOS VILELA FALA FALA EM CONTRARIO MAS NA PRATICA, AS MANCADAS CATASTROFICAS ESTAO ACONTECENDO... OU SERA POR EXEMPLO QUE FAZENDAS GRANDES ESTAO VOLTANDO AS VAZOES CONVENCIONAIS POR BURRICE??? AGUARDO ARGUMENTAÇAO TECNICA A TUDO QUE FALEI.... E SE PROVAREM EM CONTRARIO, ME RENDO E ADOTO A TEORIA DO BVO. TEMOS QUE PARA DE PENSAR EM AUMENTAR RENDIMENTOS DE AVIOES NA BASE DA ENGANACAO OU NO MAIS OU MENOS... NAO EH PRA ME GABAR... NO GRUPO QUE VOEI ANO PASSADO, O UNICO TROUXA QUE VOOU VZ 30 A SAFRA INTEIRA FUI EU.... E A FAZENDA PRODUZIU MAIS QUE AS DEMAIS, E GASTOU MENOS DA METADE DO PRODUTO(CUSTO!!!!!) QUE A PRINCIPAL FAZENDA DO GRUPO ONDE O BVO IMPEROU A SAFRA INTEIRA...

Re: OLEO + AGUA COMO VEICULO DE APLICAÇÕES... 8 anos atrás #2

Prezado Sepé

Suas dúvidas são muito pertinentes e certamente muitos 'Agronautas" gostarão de postar suas opiniões neste tópico.

A seguir, para iniciar o debate, coloco alguns pontos, seguindo a ordem das questões:

1- Para misturar óleo em água é necessário adicionar um outro elemento- o emulsificante - e agitar. A emulsão então formada fica com um aspecto leitoso e, se o emulsificante for bom e o procedimento adequado, a emulsão se mantém estável por várias horas ou até dias. A emulsão mais comum é a de óleo em água, na qual uma gota contém várias gotículas de óleo (+produto) envoltas por água. A emulsão na qual se emprega uma quantidade maior de óleo do que água e um emulsificante próprio, chama-se " emulsão invertida" e, nesta, uma gota de óleo contém várias gotas de água (+ produto) dispersa no interior. Não é o caso do BVO.

2- Os produtos "CE" se misturam facilmente com água e óleo porque a formulação CE já contém emulsificante. Já as formulações SC são solúveis em água e NÃO possuem emulsificante e, portanto, para serem misturadas com óleo é necessário adicionar um emulsificante à calda.

3- Se os cartões forem HIDROSENSIVEIS as manchas que aparecem são as de água. Se os cartões forem ÓLEOSENSIVEIS eles tenderiam a mostrar o óleo mas, como as gotas de óleo são muito pequenas e envoltas em água, poderão não mostrar nada, ou muito pouco

4- Não sei. Precisaria ter mais informações. Há que verificar também um ponto importante que é a ORDEM de adição dos produtos na pré-mistura. Há uma ordem certa para que se forme uma mistura mais estável. Também a qualidade da água (pH e "dureza") podem influir).

5- Atomizadores rotativos que propiciem gotas bastante uniformes e que possam ser reguladas com facilidade de acordo com as condiçõees climáticas podem realmente aplicar baixos volumes (10-15 l/ha) com boa cobertura e baixas perdas por evaporação e deriva, sem adição de óleo.

6- O óleo só "encapsula" a gota no caso de emulsões invertidas (o que não é o caso do BVO). O que ocorre no BVO é que, se evaporasse toda a água, "sobraria" o óleo + produto em gotas muito finas que podem se depositar ou no alvo ou fora dele, por deriva, dependendo da condições climáticas. Lembrar então, que o óleo pode exercer uma pequena ação anti-evaporante, porém pode agravar os problemas de deriva. O óleo é mais leve que a água e gotas muito finas, que não evaporam, podem viajar a grandes distâncias...

Outro ponto importante é que, para aplicar em UBV (menos de 5 litros / hectare), as gotas devem ser muito finas portanto o diluente além de não ser volátil, deve ser mais denso que a água (como nas formulações UBV), de forma a minimizar, além da evaporação, a deriva. Aplicar 2 litros por hectare somente com água ou água mais óleo não é recomendável. As perdas podem ser muito grandes

Ainda: é importante que o fabricante do produto aplicado se manifeste sobre a adição de óleo pois a ação de alguns produtos se beneficia do óleo e de outros, não.

A discussão está em aberto

um abraço
Eduardo Araújo

Re: OLEO + AGUA COMO VEICULO DE APLICAÇÕES... 7 anos, 9 mêses atrás #3

Mestre Araujo,
Um teste que ja fiz em areas de clima muito quente, foi a aplicação de produto puro... nem agua nem oleo... a propria conposição do fungicida ou inseticida usado ja tinha oleo em sua formulação e com um bom micronair(me perdoem os concorrentes mas pra mim atomizador rotativo perfeito é micronair...) se consegue sim fazer boas aplicações. o maior questionamento que faço é que indiscriminadamente tem sido colocados no mercado verdadeiros milagres... saboes, detergentes, e um sem numero de aditivos, emulsificantes e um monte de oleos diversos... e acho que afetam de maneira nao tao positiva a qualidade final da aplicação ou seja... diminuem eficiencia ao inves de aumentar.

Abraços Mestre e vamos aguardar novas ideias e pontos de vista.

Re: OLEO + AGUA COMO VEICULO DE APLICAÇÕES... 7 anos, 8 mêses atrás #4

Boa tarde sepé sou tecnico agricola executor da banalves aviação agricola, voamos somente na cultura da banana no litoral norte catarinense ,usamos na calda para pulverizar oleo e agua e fungicidas p.m/ c.e/ s.c/ nao sei se poço tirar suas dúvidas ou aumentalas, o professor Araujo nas suas colocações esta correto, mas tenho algumas colocações a fazer, quando se pensa em fazer mistura de oleo e agua ( emulsão), temos que usar espalhante adesivo numa proporção relacionada em relação a quantidade de oleo e nao da agua, eu uso dois nomes comerciais que é o agral usado 2% do oleo e o fixade que uso 1% do oleo. entao se você usar 100 litros de oleo você usara 2 litro de agral ou 1 litro de fixadde.esse é o primeiro ponto , outro é como fazer a mistura , primeiro vc coloca o oleo no misturador, bote a bater e em seguida adicione o espalhante adesivo, adicione tbm na calda o denfensivo agricola se a formulaçao for C.E , se for S.C fazer uma pre mistura em agua, coloque a bater por 10 a 15 minutos, deslique a bomba e por ultimo adicione a agua, coloque a bater por mais 10 a 15 minutos.fazendo isso vc tera sucesso na calda a ser pulverizada.

Re: OLEO + AGUA COMO VEICULO DE APLICAÇÕES... 7 anos, 8 mêses atrás #5

Ola,
fui um dos pioneiros iniciantes das misturebas de oleo, agua e produtos, mais um monte de porcarias e atmizadores rotativos ala Vilela. Quanto oleo, agua, produto etc. jogados fora, por que na verdade tudo era invençao e tentativas.
Concordo co o Mestre Araujo e tambem com Sepe e Raphael.
O q devemos ter em 1* lugar no caso de DVO ou UBV, me refiro ai em vazoes de 5 a 15 Ltrs p/etr. 'E UM BOM EQUIPAMENTO, e neste caso Sepe esta coreto micronair 'e o mais indicado pela condiçao tecnica de variar n* de gota e Vz.
Perfeita colocaçao do Raphael em c fazer o preparo da calda a ser aplicada.
O resto com certesa sera uma otima aplicaçao!
abrs. a tdos!

Daruy.
  • Página:
  • 1
Tempo de criação da página: 1.12 segundos